Categories
Funk

“Nas Ideia com o Lan” tem episódio especial com Flay e o trapstar Raffa Moreira

Nesta quarta-feira, o MC Lan recebe dois convidados mega especiais no talk show mais funkeiro do Facebook: “Nas Ideia com o Lan” . Quem brota dessa vez é cantora e ex-BBB Flay e o trapstar de Guarulhos (SP) Raffa Moreira. Chega mais. 

Nas Ideias Com MC Lan – Flay e Raffa Moreira

O trapstar Raffa Moreira e a Ex BBB Flayslane foram pras ideia com MC Lan! Pega a visão dessa entrevista muito louca agora no Facebook da KondZilla!

Publicado por Kondzilla em Terça-feira, 29 de setembro de 2020

A Flay dispensa apresentações, não é mesmo? Em 2020, o brasileiro torceu pelo BBB como se fosse Copa do Mundo, e a Flay foi uma das personagens que mais se destacaram no reality. Antes de entrar na casa mais vigiada do Brasil, ela já tinha uma carreira na música, com uma dupla sertaneja. Agora sozinha, a artista lançou “Saudade Né Minha Filha”, com o Jerry Smith. Na conversa com o Lan, a cantora fala mais sobre a experiência recente na carreira e ainda participa do quadro da “Cadeira Elétrica”.

Já o Raffa Moreira, também conhecido como BC Raff ou Lil Raff, é um dos pioneiros do trap no Brasil. O artista surgiu entre 2014 e 2015 e ajudou a popularizar o estilo por aqui. No papo, ele relembra a infância e alguns casos que aconteceram com ele. 

A segunda temporada do “Nas Ideia com o Lan” tá chegando na reta final. Se você ainda não assistiu aos episódios anteriores, já agiliza e vê tudo porque faltam só dois programas pra acabar!

Categories
Funk

MC VK explica como surgiram gírias e filtro do Instagram: “Aula meu sócio”, “revoada”, “subiu o voucher”

Se você é de quebrada, provavelmente já ouviu um amigo falando “revoada” ou “aula meu sócio” nos últimos meses. As gírias, criadas pelo MC VK, foram popularizadas por MC’s como Kevin, Ryan SP, IG, e logo conquistaram espaço entre os lançamentos musicais atuais, além de ganharem também alguns filtros no Instagram usados por geral. Quer saber o significado dessas gírias? Marcha para o Portal KondZilla que o MC VK te explica e também conta como elas surgiram. 

Dicionário de gírias usadas em São Paulo

MC VK explica o porquê surgiram as gírias: “Elas fazem parte da nossa rotina. Quando queremos explicar ou contar algum fato, usamos gíria. Quando as palavras são muito difíceis, falamos gíria para poder dialogar com mais conforto. Resumindo: cada gíria expressa um sentimento”. 

MC VK criador do filtro do Instagram

Já os filtros do Instagram foram sem pretensão alguma: “Eu pedi pra um especialista nessa parada de efeito criar pra eu e meus parceiros usarmos, mas foi sem expectativa nenhuma, só queria mostrar nosso jeito de expressar”. O resultado foi quase 1 bilhão de pessoas usando o filtro no stories de Instagram, segundo MC VK

Com o sucesso das gírias, diversos sons surgiram: “Revoada do Tubarão“, dos MC’s Ryan SP, Paulin da Capital, Rick, Drika, próprio VK; “Revoada – Sem Estresses“, de MC IG e MC Lele JP; e “Revoada TrapFunk“, de MC Dede. 

“Quando vi geral usando e gostando das gírias pensei: ‘bagulho louco, novas gíria para o dicionário da vida’. Depois estava batendo 1 bilhão de pessoas que postaram no stories, me surpreendi com a parada novamente, geral tá na mesma expressão que eu e meus truta do dia a dia. É satisfatório”, comenta VK.

Gírias por MC VK 

Revoada: “Festa, loucura, uma parada maluca que geral gosta. Tudo isso resume revoada”. 

Aulas meus sócios: “Expressão de elogio, em qualquer sentido de uma parada afirmativa.” 

Subiu o voucher: “Mesmo sentido de subir a moral da pessoa”.

O que vc tá fazendo da sua vida: “Falo isso para as pessoas que fizeram uma loucura na noite passada ou uma loucura na vida”.

Salseiro veinho: “Mesmo sentido de bagunça”

Bololô: “Problema ou tumulto”

Categories
Exclusivo Funk Kond Sintonia Videoclipes

Kondzilla é indicada ao Prêmio Caboré, um dos mais cobiçados da publicidade

O funk é um foguete sem ré, prova disso é a mais recente indicação da Kondzilla ao Prêmio Caboré 2020. Criada em 1980 pelo jornal “Meio & Mensagem”, a premiação reconhece todos os anos os principais profissionais, agências e empresários, que contribuem para o desenvolvimento do mercado publicitário no Brasil.

A Kondzilla disputa a categoria Produção, juntamente com a Boiler e a O2 Filmes. Fundada e comandada por Konrad Dantas, a empresa começou com a produção de clipes – principalmente de funk, e hoje já virou uma Holding que, além da KondZilla Filmes, também agrega a gravadora KondZilla Records, o Portal KondZilla e ainda atua como licenciamento de marca. Até hoje, o canal do YouTube é o carro chefe da companhia, somando mais de 60 milhões de inscritos. 

Konrad ao lado de Toni Garrido, DJ Meme e Fernanda Abreu na gravação do videoclipe de “Tempos Modernos”. Foto de Leo Caldas


O Caboré, dada a situação de pandemia, muda o formato, mas não a importância. Nesta 41a. edição do prêmio, a votação online aberta aos assinantes de “Meio & Mensagem” rola a partir do dia 26 de outubro até 27 de novembro, e a revelação dos vencedores acontecerá no dia 2 de dezembro, em cerimônia adaptada aos protocolos de segurança impostos pelo combate à Covid-19.

Confira os indicados ao Prêmio Caboré 2020:

Produção:

– Boiler Filmes
– Kondzilla
– O2 Filmes

Agência de Comunicação:

– Africa
– DPZ&T
– Suno United Creator

Anunciante
– Ambev
– Itaú
– PepsiCo 

Empresário ou Dirigente da Indústria da Comunicação:

– Fiamma Zarife (Twitter)
– Luiz Fernando Musa (Grupo Ogilvy Brasil)
– Marcio Toscani (Leo Burnett Tailor Made)

Profissional de Atendimento:

– Carolina Vieira (David)
– Elton Longhi (FCB)
– Wilson Negrini (Lew’Lara\TBWA)

Profissional de Criação:

– Hugo Veiga (AKQA)
– Rafael Pitanguy (Y&R)
– Sophie Schonburg (Africa)

Profissional de Inovação:

– Andre Fatala (Magalu)
– Ivan de Souza (Coca Cola)
– Stella Brandt (Liv Up)

Profissional de Marketing:

– Ilca Sierra (Via Varejo)
– José Cirilo (Seara)
– Marcio Parizotto (Bradesco)

Profissional de Mídia:

Aga Porada (Wieden + Kennedy)
– Carolina Buzetto (Fbiz)
– Mauricio Almeida (Publicis)

Profissional de Planejamento:

– João Gabriel Fernandes (Almap BBDO)
– Renata Bokel (WMcCann)
– Stella Pirani (Wunderman Thompson)

Profissional de Veículo:

– Aline Moda (Google)
– Fred Muller (SBT)
– Marcio Garcez (Facebook)

Serviço de Marketing:

– Altermark
– Ana Couto
– Kantar Ibope Media


Veículo de Comunicação – Plataforma de Mídia:

– Globoplay
– Spotify
– Verizon

Veículo de Comunicação – Produtor de Conteúdo:

– CNN
– Folha de S.Paulo
– Turner

Categories
Funk

“Rave de Favela”, de MC Lan, Anitta, Major Lazer e Beam, concorre ao Grammy Latino 2020

É reconhecimento que você quer? A música “Rave de Favela”, do MC Lan com a Anitta, o Major Lazer e o Beam está concorrendo como canção urbana no Grammy Latino 2020, que será exibido no dia 9 de novembro. Se liga! 

A dominação mundial do MC Lan tá começando. Nos últimos meses, o funkeiro tem lançado vários sons com artistas gringos, misturando o funk com outros ritmos. Uma dessas parcerias, “Rave de Favela”, com a Anitta, o Major Lazer e o Beam, saiu no Carnaval e está concorrendo na categoria música urbana, no Grammy Latino 2020. 

Nos Stories, MC Lan agradeceu a todos e falou mais sobre o sentimento de ser indicado a um prêmio tão importante: “Quando comecei a cantar funk, nunca imaginaria que um som meu pudesse ser indicado ao Grammy. O mais legal é saber que ‘Rave de Favela’ tá em uma categoria internacional, já que geralmente eles colocam os brasileiros em categorias de música em português ou brasileira”, comentou ele no Instagram. 

Na mesma categoria concorre: “Adicto”, de Tainy, Anuel AA e Ozuna; “Muchaca”, de Gente de Zona e Becky G; “Rojo”, do J Balvin; “Yo x Ti x Tú x Mi”, da Rosalía com Ozuna.

Vale lembrar que, em 2019, o videoclipe de “Me Solta”, do Nego do Borel, produzido e dirigido pela KondZilla, concorreu na categoria melhor videoclipe versão curta.

Categories
Funk

“Nem guindaste”: Jottapê e Mila lançam brega-funk que promete ser hit

Se você segue o Jottapê ou a Mila no Instagram, com certeza você já está há dias cantando o refrão “nem guindaste, nem guindaste, eu sei que ela gosta do colinho desse traste”. O novo hit da dupla acabou de sair no Canal KondZilla. 

Mila e Jottapê formam uma dupla que a gente sabe que dá certo. Em março deste ano, os dois lançaram “Amor Que Tu Perdeu“, que já acumula quase 70 milhões de visualizações no YouTube e é o segundo sucesso da Mila, que roubou a cena no verão com “Tudo Ok“, a música mais tocada do Carnaval. “O Jottapê me mandou a música pra eu gravar e depois de uns dias, ele sugeriu que a gente gravasse junto, já que a nossa primeira parceria deu certo”, conta Mila. 

Como o som faz essa brincadeira do guindaste, nada mais justo que um videoclipe que viesse com essa estética de construção. “O clipe tá bem diferente, buscamos referências que nunca tínhamos usado antes, bem na onda da música mesmo”, diz Mila.

Jottapê explodiu ano passado com “Sentou e Gostou” e com seu papel na série “Sintonia”; de lá pra cá, o artista só tem lançado pedrada: “Eterna Sacanagem“, “Paredão“, “Bate Palma“, “Amor Que Tu Perdeu”  e agora mais um hit que promete. 

Categories
Funk Consciente Funk

“Saudade Que Bate”: MC Alê e MC Digo STC soltam hit sobre a quarentena com clipe gravado de celular

Saiu no Canal KondZilla, na última sexta-feira (25), o videoclipe de “Saudade Que Bate”, do MC Alê com o MC Digo STC. A música fala sobre aquela falta que tá fazendo sair de casa pra dar aquele rolê de magrela e ir pro bailão. O clipe foi gravado só com o novo iPhone SE e nós trocamos uma ideia com o diretor, Rodrigo Jotace, pra saber como foi o processo. Chega mais!

Se você ainda não viu o clipe e não viu o making of no final, capaz que você nem notou que ele foi gravado com um celular, né? Pois é. “Foi uma experiência nova pra mim gravar um clipe profissional com um iPhone, mas fiquei muito surpreso com o resultado. Acaba sendo mais fácil por conta dos acessórios, o peso, o jeito de movimentar a câmera. O que muda mesmo é a manipulação das lentes objetivas, mas a qualidade do celular surpreendeu”, conta o diretor Jotace. 

No videoclipe, MC Alê e MC Digo STC relembram os bailes e os rolês de antes do distanciamento social. Esse já é o terceiro som dos dois monstros do funk juntos; eles já lançaram “Chuto o Balde” [38 milhões de visualizações] e “Fim de Ano” [16 milhões].

O MC Digo STC explodiu no ano passado e não para de soltar hits. Diretamente do jardim Santa Cristina, ele está fazendo o mundão girar pra dar um futuro melhor pra família.

Já o MC Alê está tem um tempinho no corre da música. Um dos grandes nomes do funk consciente, em 2019, ele roubou a cena com “Perdoa Mãe“, que já conta com mais de 84 milhões de visualizações no YouTube. 

Categories
Funk

MC Brankim homenageia o MC Zoi de Gato no videoclipe de “Amor Só de Mãe”

Acabou de sair no Canal KondZilla o videoclipe de “Amor Só de Mãe”, hino do reliquia MC Zoi de Gato regravado pelo MC Brankim. O projeto especial, além de relembrar o MC, ainda vai ajudar a família dele, já que o dinheiro do direito autoral vai direto pra mãe do Zoi de Gato. Se liga.

Há 11 anos, o funk perdeu um dos grandes, MC Zoi de Gato. Ainda adolescente, estava no auge da carreira quando sofreu um acidente e morreu. Até hoje, ele é referência pra muitos jovens de quebradas e, principalmente, para os MCs das mais diversas vertentes do funk.

A ideia de regravar um dos maiores sucessos do Zoi de Gato veio de uma conversa sobre o passado entre o MC Brankim e Ferrugem, empresário dele. “Um dos motivos foi a aproximação com Zoi de Gato enquanto ele estava vivo. Gravei um DVD com ele na época”, comentou ele com Portal KondZilla


Categories
Funk

Kevinho e Dennis DJ apostam no novo hit “Se Ferrou”

Kevinho e Dennis DJ se uniram novamente para embalar o coração dos apaixonados por um bom funk com o lançamento da música “Se Ferrou”. O som, que já estreou nas plataformas digitais com direito a videoclipe no canal de Kevinho, promete fazer barulho nas ruas. Tá ligado que a mistura do moleque dos hits e Dennis DJ já deu o que falar em outros sons como “Agora é Tudo Meu“. Então, cola com o Portal KondZilla e fique por dentro que é sucesso.

Gravado em São Paulo, o som relata a história de um cara que sofre depois de perder a mulher amada. Lembrou daquele amigo que ama umas revoada, né!? Pois bem, a composição da letra, que ficou por conta de Dennis DJ, conta toda a história de sofrimento embalada pelo funk 150BPM. É sexta-feira e nós estamos aqui mexendo os ombrinhos na batida de “Se Ferrou”. 

Dirigido por Matheus Rigola, o videoclipe mostra Dennis no personagem de um psicólogo enquanto aconselha Kevinho a dar a volta por cima, já que ele “Se Ferrou” com a mulher amada. Os figurinos ficaram na responsa da dupla Léo Bronks e Emerson Timba, que buscam sempre deixar o estilo dos manos do funk o mais chave e elegante possível. 

O lançamento da música “Se Ferrou” promete agitar o mercado e está disponível no Spotify, com videoclipe diretamente no canal de Kevinho – o moleque dos hits. Pega o papo de Kevinho e Dennis DJ e cuidado pra não se ferrar com a garota amada também!

Acompanhe Kevinho no Instagram

Acompanhe Dennis Dj no Instagram 

Categories
Conte aqui sua historia

Um ex-servente de pedreiro hoje tem uma das vinhetas mais tocadas dos bailes; conheça o DJ DS

Sextou e hoje, no Conte Aqui Sua História, quem mandou o papo é o DJ DS. Talvez você já tenha ouvido a vinheta dele (“É o DS de novo, aí cê gosta né”) em algum baile da vida, mas se não, se liga no papo de como ele começou no funk e como tudo andou. 

“Salve rapaziada, meu nome é Derik Silva, sou conhecido como DJ DS. Tenho 20 Anos, sou da região do Grajaú, Zona Sul de São Paulo, e hoje a matéria é comigo. Então, venha conhecer um pouco da minha história.

Desde moleque, meu sonho era ser jogador de futebol, eu participava do time Águia Negra, time aqui do Jardim Eliana. Eu disputava alguns campeonatos.

Passando o tempo, fui desanimando um pouco por vários motivos que me deixavam chateado. Na rua que eu morava, tinha uma associação e lá eles faziam muito evento e uma vez foi um grupo de rap lá ensinar a fazer batidas de rap e eu me interessei muito vendo aquilo, só que eu era muito tímido e não tive atitude de chegar e pedir pra eles me ensinarem, mas eu memorizei o nome do programa e instalei no PC. Foi aí que começou meu amor pela música. 

Comecei a fazer batidas de rap, até que um dia um parceiro meu resolveu gravar uma música com um DJ da minha quebrada. Só que esse parceiro meu não ficou satisfeito com trabalho do DJ e foi aí que falei: “Parça, eu faço batidas de rap, acho que consigo fazer umas batidas de funk”. Nisso, fui fazendo as músicas desse MC. Eu produzi num computador ruim, com fone de ouvido de cinco reais. 

A gente começou a gravar voz no celular dele e fomos indo. Fiz sets de música também, eu pegava sons prontos, mixava e passava pra geral da minha sala na escola. Isso foi lá em 2015. No ano seguinte, eu abandonei o futebol e comecei a trabalhar de pedreiro com o meu pai. As produções musicais eu fazia por hobby mesmo. 

Em 2017, eu ainda divulgava minhas músicas no meu canal e elas batiam umas 100 visualizações, sendo 90 só eu kkkk. Depois de um tempo, bati mil visualizações e foi só aumentando. No ano seguinte, estourei a música ‘Jogando Free Fire‘. Essa bateu 12 milhões no YouTube e nesse período eu consegui hitar com mais algumas: ‘Foi mais não é mais’ e ‘De Copão Na Mão’. Do nada, tudo começou a andar e o que era hobby, pra mim, se tornou um sonho.

Passando o tempo, chegou 2019, o ano que mudou minha vida por mais que eu já tivesse feito sucesso com algumas músicas, eu desenvolvi ansiedade e eu passava muito mal, fiquei muito desanimado, pensava em desistir de tudo, mas mesmo assim, continuei até que veio ‘Quanto Tempo Eu Perdi Com Esse Amor de Bosta‘ essa explodiu no Brasil todo e tocou até fora do país. Hoje, ela tem mais de 70 milhões e mudou minha vida.

Essa foi a minha história. Nunca desistam dos seus sonhos. Um ex-servente de pedreiro hoje tem uma das vinhetas mais tocadas dos bailes: “É o DS de novo, aí cê gosta né”.


Se identificou com o corre dele? Manda o seu pra gente no e-mail conteaquisuahistoria@kondzilla.com e não se esqueça de nos mandar suas fotos, contato e redes sociais.

Categories
Funk

Umbro Brasil lança coleção inspirada nos anos 90 e conta com membro dos NGKS como modelo

Gosta de umas peças chave? Então, se liga. A Umbro Brasil lançou uma coleção nomeada de Collections, retornando à moda casual, o que resgata a história da marca no país. Com uma pegada streetwear, ou seja, o estilo que os mandrakes curtem, os novos panos têm de tudo um pouco: camiseta de time, moletom vintage e até tênis. Tá bom ou quer mais? Cola com o Portal KondZilla e pega a visão!

A Umbro Collections vem com uma tendência nostálgica, inspirada em peças que apontaram o sucesso da marca no passado, entre os anos 90 e 2000. Apostando na juventude, o lançamento no Brasil traz influences digitais como: Lucas Alves (do NGKS), Caio Cabral, Bruna HuliStella Yeshua

A Umbro apresenta novidades para todos os gêneros, divididas em duas linhas: Badge e Diamond, além de três modelos de sneakers inéditos no Brasil. A linha Badge faz referência ao futebol, com uma pegada totalmente minimalista. Já a linha Diamond tem a estética dos anos 90, com cores marcantes e temática esportiva.

Acha que acabou? Não, não, ainda tem os tênis: Bumpy – nas versões toda preta e toda branca; Run M, em branco com off white; Neptune – nas versões preto com branco, e branco com navy com detalhes em vermelho.

Serviço 

As peças estão disponíveis do P ao GG. Os valores vão de R$ 99,90 a R$ 399,90. Já os tênis variam por modelo, indo de R$ 299,90 a 499,90 o par. A Umbro Collections está disponível no site da Umbro (www.umbro.com.br) e também em alguns shoppings.